Recomendações de Segurança

[et_pb_section bb_built=”1″][et_pb_row][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text _builder_version=”3.0.73″ background_layout=”light” text_orientation=”left” border_style=”solid”]

Antes da saída da embarcação:
1) Faça um “check-up” completo da sua embarcação: condições do casco (sem vazamentos e sem rachaduras), funcionamento de bombas de esgoto, de luzes de navegação e de buzinas, carga das baterias e alternadores, circuítos elétricos, equipamentos , rádio, leme e motores de propulsão. Certifique-se de que não há vazamentos de óleo nos motores, nos dutos e nos tanques de combustível.
2) Cheque: a carga e validade dos extintores de incêndio; o estojo de primeiros socorros, se há coletes salva-vidas em número suficiente para adultos e crianças e a conservação de suas bóias salva vidas. Não esqueça de levar lanternas (flash-lights) com baterias e lâmpadas de reserva e a carta náutica da região.
3) Planeje a sua viagem. Tome prévio conhecimento da previsão do tempo e do regime de ventos da região; dos locais abrigados onde poderá arribar; dos locais onde poderá reabastecer de combustível, das características dos faróis e da sinalização náutica; de áreas proibidas ou interditadas à navegação; das Normas da Capitania dos Portos responsável pela área; dos trechos onde existem bancos de areia ou coral ou pedras submersas, bem como canais de entrada e saídas dos portos.
4) Verifique se há combustível suficiente para a viagem. É prudente prever uma margem de segurança de, no mínimo, 25% a mais.
5) Mostre aos convidados onde estão localizadas as bóias e coletes salva vidas e extintores. Faça uma demonstração prática de como vestir o colete salva vidas e lhes dê instruções de como proceder em caso de “homem ao mar”, de mau tempo, de incêndio e abandono.
6) Não permita o embarque de nenhum passageiro além da lotação permitida para a sua embarcação.
7) Entregue o aviso de saída no clube, na marina ou a um parente ou amigo em terra. Os dados do aviso de saída são fundamentais para orientar o resgate, se ocorrer um acidente com a sua embarcação.
8) E não se esqueça dos documentos da embarcação e dos tripulantes.
Durante a Viagem:
1) Mantenha-se atento à condução da embarcação. Nunca entregue o timão a pessoa não habilitada pela Marinha.
2) Nunca ingira bebidas alcoólicas nem antes nem durante todo o tempo em que estiver pilotando a embarcação.
3)Reduza a velocidade ao cruzar com embarcações menores e ao manobrar em atracadouros e fundeadouros.
4) Nunca movimente os hélices enquanto houver pessoas na água próximo da sua embarcação.
5) É proibido trafegar a menos de 200 metros das praias.
6) Não faça manobras radicais ou manobras a título de “brincadeiras”. Tais práticas geralmente terminam em tragédias com perdas de vidas humanas.
7) Jamais navegue a noite e nem sob condições de baixa visibilidade, sem que as luzes de navegação estejam acesas.
8) Não insista em navegar sob mau tempo. Considere sempre a alternativa de procurar local abrigado.
9) Ao fazer ultrapassagem ou cruzar com outra embarcação, faça-o em distância segura e obedeça as Regras para Evitar Abalroamento no Mar – RIPEAM.
10) Se for necessário mudas o planejamento da viagem constante do aviso de saída, informe, pelo meio de comunicação que dispuser, ao iate clube ou marina ou à pessoa de contato em terra.
11) Nas embarcações abertas, vista e faça com que as pessoas a bordo mantenham os coletes salva vidas vestidos.
12) Caso o naufrágio se constitua perigo iminente, procure levar a sua embarcação em direção à terra e, se possível, faça um encalhe deliberado.
13) Nunca lance óleo ou lixo`na água.
14) Mantenha o canal 16 de VHF sampre ligado.
Ao Regressar:
1) Informe ao iate clube ou marina ou à pessoa de contato em terra. da sua chegada, de modo a desativar o aviso de saída.
2) Assegure-se de que a embarcação está bem amarrada à bóia ou ao cais e de que foram checadas petenciais fontes de incêndio ou de alagamento.

Fonte: MARINHA DO BRASIL – DPC

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Leave a Reply